Menu
1
2
3

NOSSA HISTÓRIA

Apresentamos a primeira filial do restaurante uruguaio à beira-mar Parador La Huella, como o restaurante exclusivo do hotel EAST, Miami. Quinto La Huella, nossa reinvenção urbana, oferece um método exclusivo de cozimento na brasa em uma parrilla à lenha localizada no coração da nossa cozinha e inclui também forno à lenha, sushi bar e mesas ao ar livre. Nosso cardápio é uma combinação de pratos simples planejados com esmero e preparados com os melhores ingredientes. Nossos pratos são tão despretensiosos quanto o nosso ambiente, criando um clima descontraído propício para criar momentos memoráveis.

CARDÁPIO

Na cozinha nós não inventamos nada. Apoiamos os produtores locais e sua agricultura orgânica e sustentável. Nosso cardápio é uma combinação de pratos simples planejados com esmero e preparados com os melhores ingredientes da terra e do mar.

Nano Crespo

Nano Crespo

chef executivo do Quinto La Huella

Nano Crespo cresceu em Buenos Aires e começou a trabalhar cedo no restaurante da sua família. Com 16 anos, estava matriculado no Instituto Argentino de Artes Culinárias. Depois, Nano Crespo foi para a Califórnia, onde, além de aprender a culinária italiana, também se aprimorou no estilo farm-to -table (“da fazenda ao prato”). Ali, ele aperfeiçoou um estilo rústico e descomplicado que foi levado para o Quinto La Huella. Os sucessos de Nano incluem a inauguração da Soho House em West Hollywood e Chicago, nos EUA, e em Toronto, no Canadá.

 Gimena Pereyra

Gimena Pereyra

gerente do restaurante Quinto La Huella

Proveniente de uma família uruguaia que adora gastronomia, Gimena Pereyra aprendeu que a qualidade dos alimentos é um ingrediente essencial para se viver bem. Com 17 anos, ela começou a administrar a loja duty-free da família, enquanto estudava na Escola de Gestão de Hospitalidade. Depois de formada, viajou pelo mundo, trabalhando com alguns dos chefs mais renomados na América do Sul, como Fernando Trocca e Francis Mallman. Gimena Pereyra mudou-se para Nova Iorque, onde dirigiu os restaurantes Van Dam e no Opia, trabalhando com o renomado restauranteur Frederick Lesort.

Mart

Martín Pittaluga

sócio-fundador

Martín Pittaluga cresceu na Espanha, respirando o aroma do gazpacho e das tortilhas todos os dias. Sua carreira começou quando, ainda garoto, trabalhou com a sua família no restaurante grego do seu irmão, em Punta del Este, Uruguai. Mais tarde, o seu amor pela gastronomia desabrochou em Paris e Veneza, quando trabalhava no Orient Express. Quando retornou ao Uruguai, ele e seu amigo Guzmán Artagaveytia começaram a conversar sobre o sonho de abrir um restaurante na praia. Esse sonho transformou-se no Parador La Huella.

Guzm

Guzmán Artagaveytia

sócio-fundador

Após viajar durante muitos anos, Guzmán Artagaveytia voltou para a cidade de José Ignacio, no Uruguai, onde seus pais haviam fechado o restaurante La Posada del Mar, que administravam com o famoso chef Francis Mallmann. Mesmo sem ter conhecimento no ramo, Guzmán decidiu reabri-lo.No verão de 1992, juntamente com Francis Mallmann, Guzmán Artagaveytia foi para a Espanha para administrar o Restaurante Argentino na Expo de Sevilha. Ao voltar, conheceu Gustavo Barbero, com quem mais tarde abriu um restaurante à beira da praia, juntamente com seu amigo de confiança, Martín Pittaluga.

 Gustavo Barbero

Gustavo Barbero

sócio-fundador

Quando adolescente, Gustavo Barbero passava o verão em Punta del Este, no Uruguai. A sua jornada no setor de gastronômico começou a alguns quilômetros ao sul de Jose Ignacio, com a abertura do Guessbeachstore, restaurante da moda no início dos anos 1990 que durante 13 anos atraiu uma multidão de clientes internacionais. Lá, ele conheceu Martin Pittaluga e Guzmán Artagaveytia, e a amizade levou à parceria no Parador La Huella, uma colaboração que se inspirou em suas viagens, na obsessão com gastronomia e nos diversos talentos que compartilham.

Alejandro Morales

Alejandro Morales

Alejandro Morales

Por trás dos sabores primitivos, porém refinados, do Parador La Huella, está o famoso chef Alejandro Morales. Influenciado pela consagrada chef Alice Waters, com quem trabalhou no Chez Panisse, em Berkley, na Califórnia, o chef Alejandro Morales é apaixonado pelo processo que leva os alimentos diretamente da fazenda para a mesa e pela importância de ser seletivo na culinária. A sua abordagem de valorização dos ingredientes ajudou-o a criar o etos e os sabores do Parador La Huella do Uruguai, que é considerado um dos melhores restaurantes de praia do mundo.

Florencia Courr

Florencia Courrèges

chef executiva de confeitaria do Parador La Huella

Responsável pelas sobremesas criadas com delicadeza e simplicidade para o La Huella, a famosa chef confeiteira Florencia Courrèges é casada com o chef Alejandro Morales. Sempre criativa, Florence Courrèges começou a sua carreira como designer de moda, mas logo percebeu que a sua maior paixão era a culinária. Desde então, viajou pelo mundo todo, fazendo estágios de culinária na Europa e nos EUA. Inspirada por chefs consagrados, como Pamela Villar, David Lebovitz, Elisabeth Prueitt e Thomas Keller, Florence Courrèges está ansiosa para trazer o seu trabalho para Miami.

1234

JANTE CONOSCO

Book now

This site is best experienced in portrait mode. Please rotate your device.